quarta-feira, 8 de setembro de 2010


Educação Inclusiva: Ações e Benefícios no município de Porangatu – GO.


A Educação Inclusiva vem sendo amparada por um movimento mundial que promove ações políticas, culturais, sociais e pedagógicas visando defender o direitos a uma educação de qualidade e da organização de um sistema educacional inclusivo trazendo benefícios para toda a população de modo geral. Na expectativa de atender toda a demanda educacional do sistema de ensino e criar alternativas para superar todas as barreiras impostas, o Ministério da Educação – MEC por meio da Secretaria de Educação Especial – SEESP, desenvolveram as ações em questão tendo como apoio a Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva (2008). Este é um documento que fora elaborado posteriormente por um grupo de trabalho nomeado pela Portaria Ministerial, sendo que este grupo é composto por profissionais que entendem realmente deste assunto e lutam por uma educação de qualidade visando a melhoria da educação de forma igualitária e precisa. O principal objetivo da Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva é garantir a inclusão escolar de todos os alunos que possuem algum tipo de deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades/superdotação, esclarecendo e orientando os sistemas de ensino para garantir acesso ao ensino regular, com participação, aprendizagem e continuidade nos níveis mais elevados do ensino. Cada pessoa tem por direito o ingresso ao ensino superior, sendo que as instituições que ainda não se adaptaram precisam se adaptar a esta realidade. A Educação Especial compreende desde a educação infantil até a educação superior, ofertando o atendimento educacional especializado em escolas comuns e facilitando o acesso das crianças que até então não tiveram esta oportunidade por algum motivo. A formação de professores para o atendimento educacional especializado e demais profissionais da educação para a inclusão é de extrema importância, a partir daí, será proporcionando um ensino de qualidade a todos sendo fundamental a participação da família e da comunidade. As práticas inclusivas e o atendimento às pessoas com necessidades especiais tiveram início no Brasil na época do Império com a criação de duas instituições e a partir daí foram se desenvolvendo novas instituições que tinham a mesma visão. O objetivo dessas instituições era de atender a cada deficiência como é o caso do o Instituto Pestalozzi - 1926, instituição especializada no atendimento às pessoas com deficiência mental, criado no início do século XX e também instituições que atendem à vários tipos de deficiência como é o caso da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – APAE, fundada em 1954 . Desde, então, foram regulamentadas várias leis e decretos visando a inclusão dos alunos não só nas instituições de ensino mas em toda a sociedade. Em Porangatu, o Governo Municipal juntamente com a Secretaria da Educação e Coordenação da Educação Especial vem desenvolvendo cursos para capacitação de professores, ofertando o AEE - Atendimento Educacional Especializado e também realizando a implantação de Sala de Recursos Multifuncionais na Rede de Ensino, com meta de atingir todos os alunos que necessitam. Já foram implantadas cinco Salas de Recursos Multifuncionais em escolas da Rede Pública contribuindo significativamente para o desenvolvimento cognitivo, afetivo e social das crianças, assim elas aprendem a viver a sua diferença e respeitar as diferenças dos outros. Incluir não é apenas colocar um estranho para fazer parte de sua vida ou para morar em sua própria casa, tirando-o de sua própria vida e de seus próprios costumes, excluindo de sua rotina, é muito mais que isso. Incluir significa sair de si e ir ao encontro do outro, respeitando as suas próprias diferenças, dando-lhe o que ele realmente precisa, ouvindo o coração do outro e respondendo de fato o que ele pede por sua própria voz. Cada um independente de ser diferente é ser humano e merece ser tratado com gente, respeitando os vínculos sociais e educacionais. Se permanecermos todos pela diferença, em um futuro próximo chegaremos em nosso alvo, igualdade para todos. Todos pela Diferença, seja ela qual for!






Nenhum comentário:

Postar um comentário